Caso não visualize este e-mail, clique aqui.

Boletim Eletrônico - Edição 104 | São Paulo, 26 de abril de 2011.

 
 

No dia 30 de março, foi publicada mais uma Norma elaborada pelo Instituto Nacional do Plástico, sede do Organismo de Normalização Setorial de Embalagem e condicionamento Plásticos.

Trata-se da ABNT NBR 15937 - Recipientes plásticos para acondicionamento de alimentos em ambiente doméstico com volume de até 3 L - Requisitos e métodos de ensaio.

Esta Norma especifica os requisitos e métodos de ensaio de recipientes plásticos para acondicionar alimentos em ambiente doméstico, a fim de assegurar suas propriedades de segurança e qualidade.

Para adquiri-la, clique aqui.

 
 
 

“O sistema monolítico em EPS representa um dos maiores avanços tecnológicos para a construção civil no que diz respeito às questões ambientais, técnicas, qualitativa e principalmente econômica.”

O trecho acima foi extraído do Jornal Primeira Página, da edição 973 do dia 27 de março de 2011, que destacou uma matéria sobre as vantagens do uso do isopor. O texto traz informações importantes sobre os aspectos a serem considerados na hora de utilizar o material, e pode ser conferido aqui.

Fonte: Jornal Primeira Página

 
 
 

Recentemente, a Pepsico anunciou ter desenvolvido uma garrafa com resíduos agrícolas, como cascas de pinheiro, laranja e batata. Com isso, a empresa espera colocar no mercado, em 2012, as primeiras embalagens do material. Também nesta linha, a Coca-Cola produz, desde o ano passado, a "plant bottle", uma garrafa vegetal feita com até 30% de cana-de-açúcar.

Falando sobre a adoção de resíduos agrícolas para a produção de garrafas PET, o jornal O Estado de S. Paulo publicou recentemente uma matéria, que repercutiu ainda no jornal Primeira Edição. O texto traz a opinião de especialistas, que discutem essa nova tecnologia. Para conferi-lo na íntegra, clique aqui.

Fonte: Primeira Edição

 
 
 

A inovadora técnica desenvolvida por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), que usa fibras de abacaxi, banana e outras plantas para geração de plásticos automotivos, continua repercutindo em todo o país. Para ver algumas matérias sobre esse novo tipo plástico, basta clicar abaixo:

• Pesquisadores usam fibras de frutas para produzir plástico superresistente
• Abacaxi e banana viram superplástico para setor automotivo
• Carro sustentável pode ser feito à base de frutas
 
 
 

Nos dias 4 e 5 de maio, das 8h30 às 17h30, a Educare promove o curso Certificação de Produtos – Módulo I, voltado a engenheiros, técnicos ou profissionais atuantes nas áreas de Gestão da Qualidade, Engenharia de Produto e Comércio Exterior.

Em 16 horas, serão apresentadas as exigências técnicas aos produtos brasileiros para os mercados nacional e internacional. O curso também trata do processo de certificação de produtos para o mercado europeu e marcação CE, comparando-os ao processo de certificação de produtos no Brasil. E dispõe aos alunos ferramentas governamentais com subsídios financeiros, para o aporte da tecnologia aos produtos brasileiros, tornando-os mais competitivos.

Mais informações pelo telefone (11) 3031-7000 (r. 229) ou pelo e-mail educafre@fdte.org.br.

 
 
 
Caso não queira mais receber nossos Informativos, clique aqui.